Acusado de feminicídio é absolvido pelo Tribunal do Júri de Cabedelo, na Paraíba

18 ago 2023 - Paraíba

DENUNCIE QUALQUER VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER!

Um homem acusado de feminicídio contra a esposa foi absolvido nessa quinta-feira (17) pelo Tribunal de Júri de Cabedelo, na Paraíba. O réu Jair Silva de Lima estava preso preventivamente desde julho de 2021, mas o crime ao qual ele respondia aconteceu em 8 de março de 2013, Dia das Mulheres. Viviane Gabriel de Maria foi morta dentro de casa com um tiro e Jair era apontado como o autor, mas o conselho de sentença entendeu que as provas não eram conclusivas e por isso votou pela absolvição.

Depois da sentença ser lida pela juíza Thana Michelle Carneiro Rodrigues, presidenta do Tribunal do Júri, o acusado foi posto em liberdade, já que todas as medidas restritivas contra ele foram revogadas de forma imediata. Se fosse condenado, a pena poderia variar de 12 a 30 anos de reclusão.

Segundo o processo, o crime aconteceu por volta das 2h, no Bairro Recanto Poço, em Cabedelo, na residência em que o casal morava. Foi o próprio Jair Silva de Lima quem ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para pedir ajuda à esposa, que acabara de ser baleada.

Na época do crime, Jair alegou que tomava banho quando ela foi baleada por uma pessoa não identificada, que teria entrado na residência. A Polícia Civil da Paraíba desconfiou da versão e, após surgir o que foi classificado como “versões contraditórias”, pediu o indiciamento do homem, o que foi aceito pelo Ministério Público da Paraíba. Depois, a justiça o transformou em réu.

Para o MPPB, “a materialidade do delito restou comprovada”. A acusação defendia a tese de que haveria provas suficientes de que Jair Silva de Lima estava sozinho com a vítima na casa no momento do crime e que ele a teria matado com um tiro de surpresa. A tese da defesa, contudo, que o declarava inocente, prevaleceu.

Acompanhe as notícias do POVOPB pelas redes sociais: Instagram e Twitter.

Verified by ExactMetrics